Brioche.

A menos que você trabalhe em um restaurante, você nunca saberá de fato sobre o que é ser um cozinheiro de verdade. O que acontece no submundo de uma cozinha quase nunca chega aos seus ouvidos e, muito menos, aos seus olhos. Talvez você conheça de fato muitos cozinheiros e já ouviu muitas histórias por meio deles, algumas chegam a lhe assustar e lhe fazem refletir bastante, mas nunca saberá a verdade absoluta. Outra coisa: assistir a todas as séries da Netflix e filmes e mais filmes relacionados à gastronomia, também não lhe darão muita noção da realidade dessa profissão, pois dificilmente você verá cozinheiros tão bonitos e bem arrumados – sim, você até encontrará alguns, estes ainda deslumbrados com o que aprendem na faculdade;mas acredite, isso vai passar.

Talvez você não saiba o que é acordar na madrugada com câimbras horrendas depois de ter trabalhado de 14 a 17 horas ininterruptas em um Réveillon. A profissão lhe suga tanto que até entendo – em partes – por que alguns cozinheiros precisem tanto de drogas (ilícitas ou não) para superarem barreiras que são impostas todos os dias. Nós derrubamos gigantes a cada serviço executado e, no fim, são poucos os espólios de guerra, além da satisfação pessoal de ter sobrevivido a mais um dia e a confiança adquirida pelo esforço entre seus companheiros.

Digo guerra, pois o serviço em uma cozinha profissional beira quase o militarismo.
Mas, de tudo o que acontece em uma cozinha, o que me dá mais prazer é trabalhar com pessoas que lhe mostram o lado bom de cada situação. Pessoas esforçadas que se superam e que lhe dão ânimo para prosseguir.

Só pra você saber, não são todos os chefs que conseguem marcar sua vida, mas com certeza terá sempre um cozinheiro que vai lhe ensinar algo e ficará marcado em você.
Em alguns empregos,o coletivo não é tão importante. Já na cozinha, a brigada deve estar alinhada para um serviço de excelência.

Por fim, acredite: o mundo em uma cozinha profissional é ingrato, porém intrigante e convidativo.
Uma vez vivida a experiência, pode ser extremamente viciante.

Você quer mesmo ser cozinheiro (a)?

 

 

Brioche.

 

 

Ingredientes:

 

  • 500g de Farinha de Trigo
  • 75g de Açúcar
  • 10g de Sal
  • 16g de Fermento Biológico.
  • 6 Ovos
  • 300g de Manteiga (Em temperatura ambiente).
  • Manteiga Para Untar as Formas.
  • Gema para Pincelar.

 

Brioche.

 

Modo de Preparo:

 

  • Junte todos os ingredientes em uma vasilha grande e funda. Misture até formar uma massa homogênea, lisa e que não grude nos dedos.
  • Acrescente farinha aos poucos caso precise.
  • Deixe descansar por 20 minutos, cobrindo a vasilha com um pano úmido.
  • Misture novamente por 5 minutos deixando a massa mais lisa e dar maior força ao glúten.
  • Divida a massa em duas partes e deixe descansar por mais 20 minutos cobrindo a vasilha com um pano úmido.
  • Unte as formas que for utilizar com a manteiga. Acrescente a massa deixando um espaço de pelo menos 1 cm até a borda.
  • Deixe descansar por mais 30 minutos.
  • Pincele a parte cima dos brioches com uma gema batida e leve ao forno para assar em 180 *C  por 40 minutos.

 

 

Quando fizer, nos marca na foto e utiliza a tag #pdsblog e me diz o que achou na sua casa.

Não esqueçam também de comentar e compartilhar nas redes sociais, isso faz uma grande diferença!

Até a próxima.
 
Meu email: [email protected]

Instagram: @pdsblog

Gostou deste post?

Que tal receber conteúdo como este diretamente em seu email?

Você pode gostar também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *